Investir ou empreender? Qual a melhor opção

A dúvida entre investir ou empreender é comum. Afinal, os dois caminhos parecem ser totalmente diferentes, o que faz muitas pessoas acreditarem que precisam escolher apenas um. Porém, já adiantamos que esse não é o caso! A depender da situação, é possível realizar ambas as atividades em simultâneo e colher bons frutos.

Contudo, para entender como fazer isso, é importante conhecer um pouco sobre cada alternativa. É desse assunto que falaremos, neste post. Com as informações certas em mãos, será mais simples escolher o melhor percurso a trilhar, podendo, até mesmo, combiná-los. Vamos lá!

Quando começar a investir?

Os investimentos são opções bastante atraentes para as pessoas que desejam otimizar seus recursos. Afinal, a promessa é a de colocar seu dinheiro para trabalhar para você, multiplicando-o.

Existem diversas alternativas disponíveis no mercado financeiro, atendendo a todos os três perfis: conservador, moderado e arrojado. Mas quando saber a hora de começar? Acompanhe essas dicas fundamentais!

Conheça o perfil de investidor

Compreender qual é o seu perfil de investimento é um dos primeiros passos a tomar antes de começar a comprar itens para sua carteira. Ele mostrará com bastante clareza quais são suas tendências ao aplicar dinheiro, além de ajudar a encontrar as oportunidades perfeitas para você.

Conhecer o seu perfil permite minimizar as chances de comprar opções fora de sua zona de conforto e orienta sobre os melhores ativos para a aquisição. Isso significa que suas escolhas se tornam mais acertadas e há menos estresse no longo prazo.

Trace objetivos claros

Também é importante estar ciente dos objetivos de curto, médio e longo prazos. Traçar essas perspectivas significa avaliar a expectativa de vida e os planos nos próximos um ou dois anos (curto), cinco anos (médio) e dez ou mais anos (longo). Em seguida, conhecer alternativas de investimento que atendam a cada uma dessas metas, dentro do seu perfil.

Imagine, por exemplo, que um indivíduo que é conservador, com 35 anos, deseja se aposentar aos 50. Esse é um plano que se enquadra no grupo dos investimentos a longo prazo, certo?

Tire as ideias do papel

Logo após conhecer seu perfil e colocar as metas na ponta do lápis, você entenderá que precisa buscar um investimento que traga bons resultados em períodos maiores, e que não coloque seu patrimônio em risco. Assim, já conseguirá afunilar os ativos financeiros disponíveis.

Percebe como é importante saber onde deseja chegar e de que forma alcançar as metas no mundo dos investimentos, conforme suas necessidades individuais? Com isso em mente, fica fácil definir os meios para atingir seus objetivos.

Defina o orçamento

Antes de começar os investimentos, é necessário decidir qual é o montante que será destinado a isso. Essa informação faz toda a diferença, em especial, para as opções com valores mínimos de aplicação.

O orçamento também serve para otimizar seu planejamento financeiro e definir quais as melhores formas de maximizar sua renda. Ao criar um belo orçamento, você entende melhor sobre suas condições financeiras e pode fazer escolhas mais alinhadas com sua realidade e disposição para investir.

Observe a liquidez

Outro ponto importante para começar a investir é observar a liquidez. Existem ativos financeiros que têm disponibilidade de resgate imediato. Ou seja, caso você necessite do dinheiro para algo, é possível tomá-lo no mesmo instante.

Assim, é necessário observar sua necessidade para escolher os ativos. Por exemplo, se você não precisar de liquidez, há investimentos que podem ter maior rentabilidade. Caso não seja sua situação, é importante ter aplicações que possibilitem resgate no momento em que você precisar.

Aposte em diversificação

A diversificação dos investimentos é um dos pontos mais importantes para garantir os maiores retornos possíveis com riscos mínimos. Com isso em mente, você é capaz de escolher diferentes ativos para integrar a sua carteira.

Por exemplo, você pode investir em ações de empresas distintas, que ofereçam boa rentabilidade, e compor com opções de renda fixa que oportunizem mais segurança para suas aplicações. Vale a pena contar com profissionais que entendam do mercado para evitar escolhas equivocadas, que prejudiquem o resultado obtido.

Reinvista

Boa parte dos investimentos pagam dividendos em períodos diferentes. Se você quer alcançar uma lucratividade expressiva, é relevante fazer reinvestimentos dos mesmos. Assim, você vai contar com montantes cada vez mais altos aplicados.

Com bons valores aportados, aliados com um maior tempo em que o seu dinheiro fique nas alternativas escolhidas, a tendência é que você consiga aumentar o seu patrimônio. Isso ocorre pelo fator juros compostos. Ou seja, você recebe juros sobre juros, e seu capital é multiplicado de modo exponencial.

Compreenda ambos os mercados

Outra dica que pode ajudar a investir e empreender de forma otimizada é estudar os mercados em que você tem interesse. Por exemplo, para fazer boas aplicações de seu dinheiro no mercado financeiro, compreender como ele funciona e de que forma você pode investir é um excelente meio.

Da mesma maneira, quando você decide empreender, é importante fazer pesquisas de mercado, analisar a concorrência e ter um plano de negócios bem elaborado. Dessa forma, você minimiza o perigo de perder dinheiro e consegue avançar em seus planos para ter tranquilidade financeira no longo prazo.

Quais são os principais erros de quem começa a investir e como evitá-los?

Existem alguns erros que comprometem os resultados de quem começa a investir no mercado financeiro. Portanto, conhecê-los e saber como se esquivar é fundamental para aumentar as chances de alcançar as metas que você estabeleceu. Com o objetivo de ajudar nesse sentido, apresentamos algumas dicas. Confira!

Investir todo o capital em um único ativo

Já pensou se você coloca todo o seu capital em uma única empresa na bolsa de valores, mas ela acaba enfrentando dificuldades e vem a falência? Se for o seu caso, vai acabar perdendo o seu dinheiro.

Esse é um dos erros que devem ser evitados. Portanto, uma das melhores dicas que todo analista de investimento vai dar é: diversifique seus investimentos e não faça aportes em um único ativo.

Assim, você pode fazer aplicações em renda fixa, como Tesouro Direto, Certificado de Depósitos Bancários, Debêntures e outros, e em renda variável, como ações de diferentes empresas e Fundos de Investimentos.

Não avaliar os riscos

Outro erro cometido é não ter cautela na avaliação de riscos. O mercado financeiro oferece diversas oportunidades que podem ajudar você a conquistar os seus objetivos de vida, mas também existem opções arriscadas.

Assim, fazer uma boa escolha dos ativos disponíveis é muito importante. Dessa forma, consegue-se encontrar alternativas que ofereçam boa rentabilidade com baixo risco, ajudando a aumentar o seu patrimônio.

É válido contar com a ajuda de profissionais que sejam especializados no mercado. Com isso, você dispõe de direcionamento adequado para evitar que suas escolhas causem perigos demasiados e potenciais prejuízos.

Quais as vantagens e desvantagens de investir?

Quem aprende a aplicar dinheiro de acordo com suas particularidades pode conquistar excelentes resultados financeiros. Porém, nem tudo são rosas. Também é necessário dar atenção a algumas desvantagens no caminho. Confira mais sobre isso.

Vantagens

Sem dúvidas, o maior benefício de investir é poder multiplicar recursos com poucos esforços. Afinal, após a análise de todos os cenários — e do investimento em si — será preciso apenas acompanhar periodicamente os resultados. Porém, além dessa vantagem, muitas outras podem ser citadas, como:

  • possibilidade de contar com uma gestão profissional;
  • facilidade de acompanhamento;
  • capacidade de começar a investir mesmo com poucos recursos;
  • ampla gama de alternativas, entre outros.

Desvantagens

Duas desvantagens clássicas sobre o universo dos investimentos, a depender da opção, incluem liquidez e potenciais oscilações. A primeira diz respeito à capacidade de transformar a aplicação em dinheiro com rapidez. Um investimento com baixa liquidez pode não ser resgatado ou gerar lucros com facilidade, por exemplo.

Já a segunda é mais ligada às alternativas de renda variável. Apesar de não ser possível contar com nenhum investimento sem riscos, nesse tipo de aplicação, as oscilações tendem a ser maiores. É o caso das ações, por exemplo.

É importante ressaltar que nem todos os investimentos têm essas características. Sabendo disso, avalie as condições de cada um antes de tomar qualquer decisão.

Quando empreender é a melhor opção?

 

O empreendedor é considerado seu próprio chefe. Ele é dono de um negócio, seja uma franquia, seja algo iniciado do zero.

Esse é o sonho de muitas pessoas e, a depender da gestão dos processos, pode trazer excelentes retornos, sendo uma boa opção entre investir ou empreender. Para os que sonham em comandar um negócio e colher seus resultados, é uma excelente alternativa!

Quais as vantagens e desvantagens de empreender?

Assim como no caso dos investimentos, podem existir tanto benefícios quanto desafios no ato de empreender. Para ajudar a tomar a decisão mais adequada, separamos quais são as principais vantagens e desvantagens. Continue lendo e descubra!

Vantagens

O empreendedor tem liberdade para trabalhar com o que gosta e conquistar resultados com isso. Ele tem as rédeas de seu negócio nas mãos e decide o que deseja fazer com ele, de modo a obter lucros e alcançar seus sonhos.

Além disso, um empreendedor pode utilizar o dinheiro obtido por meio de suas instituições para aplicar no mercado financeiro, e aumentar ainda mais os retornos obtidos. Assim, une o útil ao agradável para perpetuar a organização e o patrimônio conquistado com tanto suor e dedicação.

Desvantagens

A burocracia é, geralmente, um grande impeditivo para empreendedores que desejam conquistar resultados rápidos. Tanto abrir quanto manter um negócio exige passar por algumas documentações, demandando tempo e paciência.

Outra desvantagem do empreendedorismo é a necessidade de constante capacitação e atualização por parte de quem empreende. Isso faz com que, além de comandar o negócio sozinho, o que demanda dedicação, o empresário precise estudar constantemente, gerando altos gastos de energia e recursos.

Além disso, há nichos que são muito concorridos, fazendo com que o negócio tenha dificuldades para gerar lucros e conseguir aumentar a participação no mercado. Há vários fatores que devem ser observados para faturar mais no empreendedorismo.

Por que investir e empreender?

Com as informações acima, fica mais fácil responder à pergunta: investir ou empreender? Claro, é o seu caso em específico que determinará qual caminho é o melhor. Contudo, é importante saber que é possível fazer as duas coisas. Inclusive, um pode impulsionar o outro.

Ao passo que quem prioriza os investimentos e se planeja é capaz de utilizar o lucro obtido da melhor forma possível para estimular os resultados de sua empresa, quem lucra com um negócio próprio pode investir mais.

Assim, ao encontrar alternativas alinhadas às suas demandas pessoais, tanto ao fazer um investimento para gerar renda extra quanto ao trabalhar em uma área que o satisfaça pessoalmente, ficará mais fácil aumentar seu patrimônio e viver seus sonhos. Escolher um não precisa excluir o outro!

Como entender suas necessidades e objetivos ao decidir entre investir ou empreender?

Independentemente de optar por investir ou empreender, é fato que esses percursos trazem retorno de formas diferentes. Por isso, é recomendável escolher conforme suas necessidades e objetivos, além do momento financeiro em que você se encontra.

Nessa hora, é importante realizar um diagnóstico profundo da sua realidade. Coloque as metas no papel e veja como elas se alinham a cada um dos caminhos — decidindo a melhor forma de uni-los e aproveitar as vantagens de ter o próprio negócio, e mergulhar no mundo dos investimentos, em simultâneo.

Ainda vale a pena verificar as oportunidades que o mundo empreendedor e de investimentos oferecem para você. Assim, faz uma escolha mais adequada para atingir os objetivos financeiros e proporcionar tranquilidade para você e sua família.

Como utilizar os investimentos para otimizar os ganhos do empreendedorismo?

O empreendedorismo pode ser um ótimo meio de aumentar seu patrimônio e ganhar muito dinheiro. Por intermédio de um plano de negócios bem elaborado, e ao entrar em um nicho com diversas oportunidades para se diferenciar da concorrência, você é capaz de auferir lucros extraordinários.

Para que você aproveite todos os recursos que esse meio oferece e consiga maximizar a rentabilidade obtida, pode ser uma boa alternativa combinar os rendimentos da sua empresa com as opções que o mercado financeiro oferece. Assim, você consegue perpetuar seu patrimônio.

Nesse sentido, é possível fazer aplicações com rentabilidade mais baixa, mas que disponibilizam riscos menores. Caso você tenha um perfil arrojado, pode investir em ações e outros ativos que têm um pouco mais de risco, mas que oferecem retornos altos para conquistar lucros cada vez maiores.

Entendeu como escolher entre investir ou empreender para alcançar seus sonhos? Vale ainda analisar as chances de fazer ambos em simultâneo para perpetuar o seu patrimônio e alcançar resultados melhores. Além disso, contar com especialistas nos dois mercados pode ajudar a esclarecer como unir essas opções de maneira otimizada.