Planejamento financeiro de curto prazo

Planejamento financeiro de curto prazo: o que é e como fazer.

O planejamento financeiro é algo muito importante, apesar de ser negligenciado por muitos. Aprenda aqui o que é e como fazer o planejamento financeiro de curto prazo. 

O que é planejamento financeiro?

O verbo planejar está vinculado às ações de organizar e planificar. Sendo assim, planejamento financeiro, de um modo geral, nada mais é do que a organização e planificação das finanças com o objetivo de cumprir com as obrigações e alcançar objetivos.

Esse planejamento serve como rota a ser seguida para que as finanças familiares possam se manter sempre em equilíbrio e que sonhos, como viagens, mandar os filhos para a faculdade e comprar um automóvel possam se concretizar.

Tipos de planejamento financeiro

Planejamento a longo prazo: visa objetivos futuros, os quais necessitarão tempo para que possam ser concretizados, geralmente, mais de três anos. São exemplos de objetivos que necessitam planejamento de longo prazo: comprar um imóvel, abrir um negócio e aposentar-se a uma determinada idade.

Planejamento a curto prazo: tem como principal meta equilibrar a renda familiar mensal com os gastos diários. Os objetivos que se deseja alcançar dentro do prazo de doze meses também podem entrar no planejamento de curto prazo.

Passo a passo para o planejamento financeiro de curto prazo

Como mencionado anteriormente, o planejamento de curto prazo é utilizado para que as famílias consigam arcar com todas as suas obrigações mensais, como conta de luz, água, gás, comida, escola dos filhos e vestimenta. Outros objetivos, que devem ser concretizados em prazos menores a 12 meses, também devem entrar nesse modo de planejamento.

É de extrema importância que o planejamento financeiro de curto prazo seja feito, pois ele é a base para que uma família tenha suas finanças pessoais equilibradas. Ele ajuda a visualizar com mais clareza a situação econômica familiar e serve de guia para a tomada de ações.

Sem mais delongas, vamos visualizar o passo a passo necessário para o planejamento financeiro de curto prazo.

Anote todas as receitas e despesas da família: você precisa visualizar quais são suas entradas e saídas de dinheiro para que possa gerenciá-las bem. Para isso, basta um caderno e uma caneta. Em uma folha anote tudo o que entra de dinheiro em sua casa durante o mês, em outra, anote todas as suas despesas mensais. Depois disso, compare receitas e gastos e tome as providências necessárias para que as receitas sejam maiores.

Negocie suas dívidas: é importante se ver livre das dívidas o mais rápido possível, pois elas são fonte de muita dor de cabeça. Se você possui dívidas, trate de negociá-las e incluí-las no seu planejamento financeiro. Só assim suas finanças familiares se tornarão saudáveis.

orte os gastos necessários para que as receitas sejam maiores que as despesas: as entradas de dinheiro devem ser sempre maiores que a saída. Identifique todos os gastos que não são prioridade e não geram valor para sua família e trate de eliminá-los. Dessa forma, sobrará mais dinheiro para investir no que realmente importa.

Crie uma reserva de emergência: gastos imprevistos podem sempre aparecer em sua vida familiar. Você não vai querer ser pego de surpresa. Por essa razão, é sempre válido manter uma reserva de emergência.

Com os passos recém mencionados, você já tem o necessário para se sentar e fazer o seu planejamento financeiro de curto prazo. Você pode planificá-lo em um caderno ou em um software, como o Excel. Experimente organizar melhor suas finanças e veja como sobrará mais dinheiro no seu bolso.