Planejamento financeiro para jovens 7 dicas para iniciar

omeçar a se preparar economicamente é um passo muito importante para ter uma saúde financeira consolidada. Assim, vamos ver como fazer um planejamento financeiro para jovens, afinal, nessa época da vida muitas responsabilidades econômicas começam a aparecer.

Sabendo disso, nada como ter algumas dicas essenciais para já se preparar para uma nova etapa financeira, né? Vai desde conhecer seus gastos como começar a se planejar para seu futuro econômico.

Dessa maneira, vamos ver os principais passos para você começar a se organizar economicamente. Se ficar com alguma dúvida, não deixe de enviar nos comentários!

Como fazer um planejamento financeiro para jovem?

Saber lidar com seu dinheiro quando mais gastos e também mais formas de renda começam a aparecer é um passo muito importante.

Afinal, sem um bom planejamento financeiro, essa que pode ser a primeira renda para o jovem pode acabar rapidamente. Outro ponto é que, muitas vezes, essa é um período de início das responsabilidades financeiras.

Ou seja, são novas contas e novos recebimentos para administrar e organizar para cada mês. Com isso, ter um preparo já estabelecido pode ser essencial para fundamentar uma boa saúde financeira futuramente.

Conheça qual o melhor cartão para negativado

1. Organize sua renda

Nossa primeira dica para montar um bom planejamento financeiro para jovens é começar a organizar sua renda. Aqui, vale separar um tempo para entender todas rendas durante o mês e também os gastos mais comuns.

Isso vai ajudar a identificar gastos recorrentes, ou um saldo que você talvez não terá mais pra frente. Então, saber como está o seu orçamento mensal é extremamente importante.

É possível utilizar planilhas ou alguns apps de finanças pessoais para te ajudar nessa etapa do processo. Desse modo, você anota todas as movimentações financeiras!

Assim, identificar se você recebe um salário, talvez uma parte em dinheiro dos pais, ou qualquer outro recebimento mais constante é interessante registrar. Isso é um bom auxílio para os próximos passos do planejamento.

2. Defina alguns objetivos

Outro passo que pode aparecer no seu planejamento é estabelecer seus objetivos. Sabendo melhor como está seu orçamento mensal, você pode prever algumas metas para tentar cumprir.

Aqui, é possível definir metas pequenas e algumas maiores. Assim, você vai completando elas com o tempo, enquanto ainda tem um objetivo que precisará de mais empenho e tempo para seguir.

Então, o seu objetivo será extremamente pessoal. Pode ser tanto uma viagem internacional, fazendo um mochilão pela Europa; ou comprar seu próprio apartamento.

 

 

No entanto, é sempre importante definir etapas pequenas nesses objetivos maiores. Isso porque serão mais factíveis para os primeiros meses de planejamento financeiro e você poderá completá-los, sem deixar de visar à sua meta estabelecida.

Ter um caminho a se traçar é um passo interessante do planejamento financeiro para jovens pois define também o quanto será necessário economizar nos próximos tempos. Além disso, essa meta pode acabar mudando com o tempo, mas muitas das etapas menores acabam sendo úteis de qualquer maneira!

Aproveite para saber como montar seu planejamento financeiro para viagens!

3. Controle gastos desnecessários

Todo mundo tem aquele gasto que acaba sendo maior do que necessário, né? Seja com vários serviços de assinatura, com pedidos de comida por delivery ou mesmo com transporte por aplicativo.

De qualquer forma, quando você começa a organizar suas finanças, alguns gastos mais desnecessários começam a se destacar. E aqui que você poderá começar a fazer suas economias.

 

 

Identificou que está gastando demais comendo em restaurantes? Tente cozinhar em casa ou até procurar opções mais baratas.

Na primeira vista, esses pequenos gastos que não são essenciais vão parecer pouca economia. No entanto, ao conseguir poupar todo mês, é possível juntar dinheiro mais facilmente.

4. Comece a investir

Além de economizar, uma dica importante é não deixar seu dinheiro parado. Isso porque quando o dinheiro não está rendendo, ele está, na verdade, perdendo valor.

Isso ocorre pela inflação. Ou seja, a mesma quantia que você tinha há, por exemplo, um mês, não terá o mesmo poder de compra já que os produtos estão mais caros.

Dessa maneira, buscar o melhor investimento hoje para os seus objetivos é uma ótima maneira de conseguir uma renda extra, além de não desvalorizar seu saldo.

Você pode buscar investimentos mais seguros, mesmo com uma rentabilidade baixa, para deixar seu dinheiro atualizado. Ainda assim, é válido estudar sobre o mercado de investimentos e tentar conseguir uma aplicação mais rentável.

Saiba as melhores formas de fazer renda extra

5. Tenha uma reserva de emergência

Ainda no quesito de investimentos, é essencial que o seu planejamento financeiro tenha previsto uma reserva de emergência. Mesmo que você não viva sozinho ou não dependa de sua renda, ter um dinheiro separado para qualquer evento inesperado é um bom aprendizado.

Assim, estude o seu orçamento e veja o quanto você consegue separar para esse fundo de emergência. Lembrando que não é recomendado deixar essa quantia parada.

Com isso, se for buscar um investimento para sua reserva de emergência, fique atento à liquidez. Essa característica indica se a retirada do dinheiro pode ser feita imediatamente, ou se há alguma restrição.

 

 

Esse saldo guardado é uma ótima garantia para se ter em casos emergenciais que sempre podem ocorrer, como questões de saúde ou mesmo alguma perda material.

6. Estude sobre outros potenciais gastos

Se você já recebe sua renda e começou a ter mais responsabilidades com gastos, ter um planejamento financeiro é um ótimo começo para ter uma boa saúde econômica.

No entanto, uma boa dica para um planejamento financeiro para jovens é prever possíveis gastos. Aqui, a dica vale para aqueles que recebem algum suporte, por exemplo dos próprios pais.

Assim, vale estudar e compreender quanto você ainda recebe de ajuda de outras pessoas para saber o quanto precisaria receber mensalmente para um equilíbrio nas contas. Isso pode te ajudar no futuro, se esse suporte não for mais possível, ou mesmo te auxilia nas economias!

7. Invista em você

Por último, nossa dica final para você organizar um ótimo planejamento financeiro é separar um dinheiro para investir em você mesmo!

Afinal, a fase de formação é um ótimo momento para aprender novas coisas. Aqui vale de tudo, desde cursos da sua área até mesmo um tempo de férias mais planejado.

Lembrando que esse valor precisa ser realista para o seu orçamento, combinado? Assim você não deixa de aproveitar sua renda enquanto monta uma ótima fundação para a sua economia!

CDB ou Poupança? Veja qual o melhor antes de investir!

Por que ter um planejamento financeiro é importante?

Depois de conhecermos tantas dicas, você pode estar na dúvida de por que, afinal, ter um planejamento financeiro pessoal é tão importante? Então, vamos entender mais!

Atualmente, a inadimplência afeta muitos brasileiros. Segundo o Serasa são mais de 66 milhões de pessoas que não conseguem pagar alguma conta.

Aqui entra o quão essencial pode ser estar preparado financeiramente. Assim, ter seu orçamento bem estruturado te possibilita economizar dinheiro e valoriza ainda mais os seus gastos!

Ou seja, você consegue perceber antes se terá dificuldade com alguma conta, ou se é preciso cortar algum custo antes que se torne uma dívida.